|

Dissertações e Teses

 

Dissertações de Mestrado

 

AREÁN-GARCÍA, Nilsa. Estudo comparativo de aspectos semânticos do sufixo -ista no português e no galego. 2v. São Paulo: FFLCH/ USP, 2007.

 

FREITAS, Érica Santos Soares de. Em busca do mento perdido: análise semântico-diacrônica do sufixo -mento, no portuguêsSão Paulo: FFLCH/ USP, 2008.

 

GONÇALVES, Anielle Aparecida Gomes. Diacronia e produtividade dos sufixos -agem, -igem, -ugem, -ádego, -ádigo e -ádiga em portuguêsSão Paulo: FFLCH/ USP, 2009.

 

LACOTIZ, Andréa. Estudo diacrônico da função e dos valores semânticos dos sufixos -ança/ -ença, -ância/ -ência no portuguêsSão Paulo: FFLCH/ USP, 2007.

 

LEONE, Juliana B. Datação de fenômenos lexicais e expressões idiomáticas na obra de Juó Bananére: subsídios para o estudo diacrônico do português brasileiro. São Paulo: FFLCH, 2013.

 

VIARO, Mário Eduardo. Das preposições latinas às do português e do romeno: derivações semânticas. São Paulo: FFLCH/ USP, 1994.



Teses de Doutorado

 

AREÁN-GARCÍA, Nilsa. Aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a) no português e no galego. 2v. São Paulo: FFLCH/ USP, 2011.

 

FREITAS, Érica Santos Soares de. O tempo e o mento: história do sufixo latino -mentum e de seu desenvolvimento na língua portuguesa, em contraste com outras línguas românicasSão Paulo: FFLCH/ USP, 2013.

 

SANTOS, Alice Pereira. Morfologia em diacronia - os caminhos e desvios de um afixo na história da língua: o percurso histórico-semântico do prefixo des- em bases sufixadas e em derivações parassintéticas. São Paulo: FFLCH/USP, 2016.

 

VIARO, Mário Eduardo. A construção verbo+advérbio de lugar no romanche: herança latina ou decalque germânico?. São Paulo: FFLCH/ USP, 2001.

 

Teses de livre-docência:

 

VIARO, Mário E. A derivação sufixal do português: elementos para uma investigação semântico-histórica. São Paulo: FFLCH/ USP, 2011.

Fechar
Esqueci a senha
Fechar